teste-para-lenita1

cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasEncontro das CEBs destaca igreja em favor dos pobres e critica agronegócio
Publicado em Notícias
Postado por  Prov. S. Teresa do Menino Jesus 19 Setembro 2017
Encontro das CEBs destaca igreja em favor dos pobres e critica agronegócio

As Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) de Mato Grosso se posicionam contra o modelo de desenvolvimento do estado, baseado no agronegócio e destruidor da natureza, e destacam um projeto pastoral que defende as minorias sociais, como indígenas, negros, sem teto e mulheres marginalizadas.

Essa postura ficou evidente durante o 14º Encontro Regional das CEBs, ocorrido em São Félix do Araguaia entre os dias 7 e 10, e foi consolidada na carta final do evento, que aponta uma igreja católica sensível aos clamores do povo e com maior protagonismo das leigas e dos leigos.   

As CEBs surgiram nos anos 60 no Brasil, estimuladas pelos ventos progressistas do Concílio Vaticano II e encontros episcopais na América Latina que associaram a igreja católica à opção pelos empobrecidos. A valorização da leiga e do leigo, da espiritualidade popular e a conexão entre fé e política também são suas características.

O sustentáculo teológico mais conhecido das CEBs é expressa pela Teologia da Libertação, tendo Leonardo Boff e frei Betto como alguns de seus ícones. Hoje as CEBs são um setor da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).  

Desafios do mundo urbano e rural

Participaram do encontro regional das CEBs cerca de 600 pessoas, vindas das dioceses de Juína, Sinop, Cáceres, Cuiabá, de Primavera do Leste-Paranatinga, Rondonópolis-Guiratinga, Barra do Garças e da Prelazia de São Félix do Araguaia. O público incluiu convidados de Brasília, Goiânia e Uruaçu, além de padres, irmãs, diáconos e bispos.

O tema do evento foi “Os desafios das CEBs diante do mundo urbano e rural”. Assunto complexo quando se trata de Mato Grosso, estado com 82% da população na zona urbana, porém 116 dos 141 ligados à agricultura, pecuária e ao extrativismo, conforme dados do IBGE. O bispo emérito da prelazia, dom Pedro Casaldáliga, 89 anos, mesmo acometido pelo Parkinson, esteve no encontro. “Vamos seguir em frente, com amor e esperança”, sussurrou no ouvido do padre Ivo Cardoso, 53 anos, um dos religiosos que o acompanha nos cuidados com a doença, que reproduziu a mensagem aos participantes.

O encontro contou com palestras sobre a história da prelazia, a situação socioeconômica e cultural de Mato Grosso e as tecnologias da comunicação e informação. Também houve trabalhos em grupos, plenárias e celebrações religiosas. O encontro foi uma prévia do 14º Intereclesial das CEBs, que ocorre janeiro de 2018 em Londrina, com previsão de 3,5 mil pessoas de todo o Brasil.

Carta final defende protagonismo de leigas e leigos, veja o anexo com a integra da carta.

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Assessoria das CEBs/MT Gibran Lachowski e Ana Paula Carnahiba
  • Enviado por: Irmã Neusa Gripa

Comentários  

#1 Maria Fachini 22-09-2017 03:51
"Seguir em frente com amor e esperança"! Na esperança, resistir e gritar sempre! No amor, escutar o grito da Mãe Terra "a mais pobre entre os pobres", escutar todos os gritos das vítimas deste sistema decrépito e,acreditando num outro mundo possível, resistir e trabalhar para ir revelando o Reino já presente entre nós, fortalecendo os sinais que o manifestam.
Obrigada pelo testemunho vivo que anima nossa esperança!

Adicionar comentário


 

Direção:
Isabel do Rocio Kuss

Ana Pereira Macedo

 Ivonete Gardini

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865