teste-para-lenita1

cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasAssembleia Capitular da PAMA
Publicado em Notícias
Postado por  Província Irmã Amábile Avosani 19 Dezembro 2017
Assembleia Capitular da PAMA

 

Manhã Menina, tá na flor do meu jardim...

Hoje é domingo, me desculpe, estou sem pressa,

nem precisa de conversa, não há muito pra cumprir.... 

...Amanhecer é uma lição do Universo, que nos ensina que é preciso caminhar,

   O Novo, amanhece! O Novo, acontece!

 

No domingo, 17, nos aguardava um dia de reflexão que seria conduzido pela assessora Irmã Ana Belén Veríssimo, Dominicana da Anunciata, que desenvolveu o tema:  Neste chão Amazônico: Rever e Ressignificar mística e profecia”.  A reflexão teve início na oração da manhã com o convite a cada uma para  contemplar o mapa da presença missionária das Irmãs Catequistas Franciscanas na região Amazônica, presença forte, profética e encarnada de 22 irmandades, pertencentes a 4 províncias.

 Fomos provocadas pelo evangelho de Mateus: “Vós sois a Luz do Mundo”, a manter acessa a lâmpada do carisma que nasceu como resposta ao apelo de Deus aos pequeninos que pediam o pão da “educação e catequese”. É preciso arder e iluminar, gastando a vida, porém, o mais importante é ter óleo de qualidade - o Azeite da espiritualidade – para “Ardermos e Iluminarmos”.

Partilhamos alguns elementos da reflexão:

* Profecia é a encarnação da mística. A atual crise do cristianismo e da vida religiosa como uma crise de encarnação, crise desta unidade encarnada e histórica da profecia e da mística;

* Encarnar nossa missão profética e mística implica retornar pelo caminho da Galileia e pôr de novo nossos passos nos passos dos discípulos de Jesus. Reaprender o sentido ético de nosso compromisso (convicções, princípios...); redescobrir a experiência do seguimento (conversão pessoal, 70 vezes 7); buscar os caminhos esquecidos do próprio Jesus (do serviço, do amor, da cruz);

* A profecia inicia-se com uma vida ao estilo de Jesus: Nazareno, Judeu.

* A profecia se vive no cotidiano, como presença e alternativa num mundo em conflito, onde as diferenças e as diversidades podem ser conciliadas, testemunhando o bem querer.

 

Na tarde do domingo, orientada pela Irmã Izaura, nos debruçamos sobre o tema da Reorganização, a partir do nosso chão, das nossas buscas, dos nossos sonhos e possibilidades. Como estamos? Como pensamos o tema? ... um tempo individual foi necessário, seguido da partilha em grupos até o Plenário. Temos consciência da necessidade de nos organizar, já conversamos com bastante tranquilidade sobre o assunto e nos comprometemos a exercitar nossa mente, coração e vontade para estarem abertos ao Novo que queremos construir junto com as demais províncias.

Na segunda feira traçamos nosso Plano de Ação (TRILHAS), socializando todas as sugestões de prioridades trazidas pelas irmandades. Percebemos que as incidências indicam os reais espaços e realidades onde precisamos investir toda nossa energia. As Periferias existenciais foram o centro da nossa atenção. Uma primeira indicação foi feita e sem duvidar, afirmamos que assim seriam elaboradas nossas Trilhas:

“Os pequeninos pedem pão” cf Lm 4,4

Nós, Irmãs Catequistas Franciscanas, vivendo o seguimento de Jesus Cristo e enviadas como discípulas missionárias, queremos itinerar caminhos de comunhão sendo presença amorosa e profética junto às periferias existenciais, no cuidado da vida e da casa comum, numa relação de interculturalidade na diversidadade Pan amazônica.

Formação, Missão e Organização, Espiritualidade.

Quanto às estratégias, foram elencadas algumas e continuarão sendo traçadas devagar, baseadas no chão onde cada irmandade tem seus pés e espaços de atuação, sempre, porém, na direção das Periferias existenciais. E assim, aplaudindo nossas Trilhas e com muita gratidão encerramos o dia, também com a decisão de deixar o Capítulo em aberto, até termo maior clareza quanto à nossa Reorganização.

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmã Dalvina Maria Pedrini

Comentários  

#2 MARIA FACHINI 02-01-2018 13:09
Que o Espírito que dá a vida, seja a luz que vai mostrando por onde abrir trilhas e como caminhar por elas.
#1 Eliza Schafaschek 27-12-2017 11:25
Queridas irmãs as felicito pelas Trilhas elaboradas para a vossa região. O Verbo Encarnado está presente e as acompanhará na implantação constante destes caminhos traçados.
Deus as abençoe e FELIZ ANO NOVO.

Adicionar comentário


 

Direção:
Isabel do Rocio Kuss

Ana Pereira Macedo

 Ivonete Gardini

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865