teste-para-lenita1

cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasManifestação em Rondonópolis/MT
Publicado em Notícias
Postado por  Prov. S. Teresa do Menino Jesus 25 Março 2018
Manifestação em Rondonópolis/MT

No dia 22 de março, houve uma manifestação sobre a água, na Praça dos Carreiros em Rondonópolis. O evento foi protagonizado pela CPT em parceria com a nossa Província Santa Teresa do Menino Jesus e outras dez organizações sociais de Rondonópolis.

A manifestação iniciou às 8h00 com a seguinte programação: café solidário e natural da roça oferecido pelos pequenos agricultores; mística preparada e apresentada por um grupo de lideranças, Frei e seminaristas da OFM e irmãs da sede provincial; Falas sobre a água, proferidas por professores da Universidade Federal de Cuiabá, de Rondonópolis e outras lideranças, seguida da Fila do Povo. Houve também medição do PH da água das comunidades e oficina de inseticida natural.

Entre os assuntos tratados, destaco:

Hoje é o Dia Mundial da Água, esse líquido precioso indispensável para a vida de todos os seres vivos: pessoas, animais, plantas, inclusive para a nossa Mãe Terra.

A água é como o sangue que mantém a terra viva, fazendo frutificar as árvores, multiplicar os peixes, animais terrestres e nos mantém vivos também. No entanto, a água é mal tratada, explorada em seu uso, poluída e mesmo envenenada pelas pessoas, que não têm consciência de que ela é essencial à vida e que ela algum dia poderá acabar.

Mas, para alimentar a esperança, constatamos também que muitas pessoas e organizações já estão assumindo gestos concretos em defesa da água, para que a tenhamos sempre pura, saudável e abundante para todos os seres vivos.

Em nosso planeta Terra, 97% das águas são salgadas. Apenas 3% são de água doce. Desse montante, 77% aparecem sob a forma de gelo, nas regiões polares, 22% são água subterrânea e 1% está em rios e lagos. Nosso corpo é 70% água, como o nosso maior alimento.

O consumo da água está assim distribuído: 72% da água vai para a agricultura, que pega água limpa e a devolve contaminada; 22% para as indústrias e 6% para as residências.

A Água potável segura é um direito de todos, incluindo o direito das pessoas saberem o que tem na água que estão bebendo. Alguns países testam regularmente o abastecimento de água potável para verificar a presença de agrotóxicos e disponibilizam os resultados para a população. No Brasil, na prática, isso não ocorre.

O Brasil, uma potência em agricultura industrial, é um dos maiores utilizadores de agrotóxicos no mundo. Culturas como a de soja, de milho, de algodão e de cana-de-açúcar são cultivadas com enormes quantidades de agrotóxicos, consumindo cerca de 400 mil toneladas por ano. O estado do Mato Grosso é o maior produtor, com os chamados “defensivos agrícolas”. Dos 10 agrotóxicos mais utilizados no Brasil, 4 são proibidos na Europa.

A água que bebemos no Mato Grosso está legalmente contaminada, já que é considerada potável, mesmo podendo conter até 27 resíduos de agrotóxicos.

Hoje as águas das nascentes, dos córregos, dos rios, da chuva, as águas subterrâneas, os alimentos e o ar estão contaminados por agrotóxicos. Constatou-se que até o leite materno em algumas regiões já vem contaminado. Respirando, bebendo e usando a água nos alimentos estamos diariamente nos contaminando. O resultado de tudo isto aparece em intoxicações e muitas outras doenças como o Câncer, Parkinson, Alzheimer e outras.

Os palestrantes insistiram que todo cidadão, ou seja, todos nós, temos que cuidar desse precioso líquido que no futuro poderá acabar: usar somente o necessário para a higiene pessoal e para o uso doméstico; usar vassoura para varrer as calçadas; concertar vazamentos e impedir que os esgotos desaguem nos rios; preservar as fontes e tantos outros cuidados no uso e preservação da água. Além de um assumir pessoal, conscientizar as famílias, os alunos, os grupos, as igrejas, as CEBs e onde for possível sobre o cuidado para com a água.

Vamos fazer também a nossa parte?

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmã Anita David

Comentários  

#1 Zelide Paeze 29-03-2018 09:33
Parabéns pela iniciativa gente guerreira e de resistência em defesa da vida e de toda criação da grande diocese de Rondonópolis e Província Santa Teresa do Menino Jesus. A escola de Fé e Política faz a diferença e intensifica ações pontuais e em parceria. Assim as luzes vão se acendendo e aquecendo nossa esperança!

Adicionar comentário


 

Direção:
Isabel do Rocio Kuss

Ana Pereira Macedo

 Ivonete Gardini

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865