cicaf

*

Você está aqui: HomeNotíciasMissionária no cotidiano!
Publicado em Notícias
Postado por  Sede Geral - Ana 29 Setembro 2018
Missionária no cotidiano!

“Quisera percorrer a terra, apregoar teu nome (…) Quisera ser missionária não só por alguns anos, mas quisera sê-lo desde a criação do mundo e até a consumação dos séculos.”

 

Teresinha alimentou esse sonho missionário ao longo de toda a sua vida. Desde criança cultivou grande amor ao Menino Jesus, e quando entrou na vida carmelitana aceitou com muita alegria se chamar Teresa do Menino Jesus. Com certeza, a contemplação do Menino Jesus, o Filho de Deus que veio morar entre nós, como missionário do Pai, e por causa do Reino entregou sua vida na Cruz, fortaleceu a paixão pela missão. “No coração me repercutia, continuamente, o brado de Jesus na Cruz: ‘Tenho sede’!”

 

Essa sede fazia pulsar forte o coração missionário de Teresinha. Como desejava ser mensageira do amor de Deus no mundo! Porém, nunca saiu do Carmelo. Ela entendeu que o seu campo missionário era onde pisavam seus pés e que deveria ser missionária fazendo com amor as pequenas coisas. “Compreendi que só o amor fazia os membros da Igreja atuarem, e que se o amor se extinguisse, os Apóstolos já não anunciariam o Evangelho e os Mártires se recusariam a derramar seu sangue… Compreendi que o amor abrange todas as vocações (…) Sim, encontrei meu lugar na Igreja (…) No coração da Igreja, minha Mãe, serei o amor”.

 

Com seu testemunho, Teresinha nos mostra que somos chamadas e chamados para uma missão, podemos ser grandes missionárias e missionários doando a vida, com amor, nos pequenos gestos a serviço da vida.

 

Neste ano, ao celebrar a festa de Santa Teresinha do Menino Jesus, exultamos de alegria em Deus pelo testemunho missionário que temos a graça de contemplar na caminhada da congregação desde o Sim de Amábile até os nossos dias. É uma caminhada centenária! O espírito missionário vivido nas ações cotidianas e no serviço da educação e catequese pelas três primeiras irmãs: Amábile, Maria e Liduína encantou muitas jovens, o que nos possibilitou um movimento de saída de Santa Catarina, onde a congregação nasceu, para as outras regiões do Brasil e para outros países, chegando ao continente africano.

 

E o primeiro passo, nesse movimento de saída missionária, foi em 1947 para Mato Grosso. Bendito seja Deus, pelo sim corajoso das irmãs: Thereza Marangoni, Ana Echer e Luzia Maria Schweitzer. Dispostas a renunciar tudo, elas dedicaram suas vidas à missão vivendo na alegria e simplicidade, amando os mais pobres. As sementes do Carisma se espalharam no solo sagrado de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas e Bolívia. “Mato Grosso terra de missão, onde a Irmã Catequista se fez pão”.

 

Em 1968, quando a congregação se organizou em províncias, a região de Mato Grosso foi denominada Província sob a proteção de Santa Teresa do Menino Jesus, por seu caráter essencialmente missionário.

Hoje, celebramos com alegria e gratidão a Deus, o ardor missionário que continua vivo em cada irmã presente no meio do povo em diferentes realidades missionárias na defesa e cuidado da vida por meio do serviço da educação e catequese. É nossa missão ser luz, sinalizar que é possível construir juntas um mundo de paz, justiça e dignidade para todas as pessoas. Esse testemunho missionário se expressa também no compromisso com a congregação, no assumir conjuntamente a missão. Bendito seja Deus pela disposição em contribuir na missão em Angola, no Projeto Guarani Kaiowá e na Formação Inicial.

 

Neste ano capitular, olhai-nos com amor ó Santa Teresa do Menino Jesus, interceda por nós, para que tenhamos um coração disposto a romper fronteiras, a acolher o novo que está nascendo entre nós e tecer relações de interculturalidade no cotidiano de nossas irmandades. Que no processo de reorganização de nossa vida missão tenhamos os ouvidos atentos aos gritos dos pobres e ao gemido da terra ferida. Que possamos avançar com confiança e alegria.

 

“Derramai chuva de rosas” sobre nós, sobre o nosso país, sobre a congregação e, de modo especial, sobre as pessoas empobrecidas e marginalizadas. Que o perfume da justiça, da paz, do amor, da misericórdia, do respeito à diversidade se espalhe como pétalas ao vento, por meio do nosso testemunho.

 

Gratidão à Província Santa Teresa do Menino Jesus e parabéns pelo testemunho missionário. Nossa sintonia e preces com cada irmã, formandas, simpatizantes e todos os missionários e missionárias espalhados pelo mundo.

Informações adicionais

  • Fonte da Notícia: Irmã Ana Pereira de Macedo, pela coordenação geral

Comentários  

#1 Jucilene Miranda 01-10-2018 19:37
Texto maravilhoso! Obrigada, Ana.

Adicionar comentário


 

Direção:
Isabel do Rocio Kuss

Ana Pereira Macedo

 Ivonete Gardini

Arte: Lenita Gripa

Congregação das Irmãs Catequistas Franciscanas
Rua Des. Nelson Nunes Guimarães, 346
 Bairro Atiradores - Joinville / SC – Brasil
Fone: (47) 3422 4865